Gestão Avançada de Unidades de Saúde

Sobre o curso

O curso de Pós-graduação em Gestão Avançada de Unidades de Saúde está acreditado pela Ordem dos Enfermeiros, para efeitos de Qualificação Profissional e para acesso à atribuição da competência acrescida diferenciada e avançada em Gestão Avançada de Unidade de saúde, com a atribuição de 3,5 Créditos de Desenvolvimento Profissional (CDP).

Duração:
30 ECTS • 5 meses
Início: 01 MAR.2024
 

Horário:
Quinta-feira: 17:00-21:00
Sexta-feira: 17:00-21:00
Sábado: 09:00-13:00 e
14:00-18:00* (*pontualmente)

Vagas:
O curso tem 30 vagas e a sua abertura está sujeita
a um número mínimo de 10 alunos matriculados.
Destinatários: A pós-graduação em Gestão Avançada de Unidades de Saúde destina-se a profissionais de saúde que buscam desenvolver habilidades de gestão e adquirir conhecimentos especializados para enfrentar os desafios do setor de saúde e se tornarem gestores eficazes nas unidades de saúde.
 
Coordenação:
Prof. Doutor Germano Couto
gcouto@ufp.edu.pt

Apresentação

A área da saúde em Portugal enfrenta desafios significativos e em constante evolução devido a vários fatores, tais como o envelhecimento da população, o aumento das doenças crónicas, a pressão orçamental e a necessidade de fornecer cuidados de saúde eficientes e de alta qualidade. Nesse contexto, a gestão eficaz e avançada das unidades de saúde torna-se fundamental para enfrentar esses desafios e garantir o sucesso das organizações de saúde.

Uma pós-graduação em “Gestão Avançada de Unidades de Saúde” é uma oportunidade para profissionais de saúde aprimorarem as suas habilidades de gestão e adquirirem conhecimentos especializados para enfrentar os desafios do setor de saúde em Portugal e no mundo. Esta formação permitirá que os profissionais compreendam os princípios de gestão, desenvolvam competências em liderança, estratégia, gestão financeira, gestão de recursos humanos e tomada de decisão baseada em evidências e destina-se a capacitar profissionais de saúde com as competências e conhecimentos necessários para se tornarem gestores eficientes e contribuírem para a melhoria contínua do sistema português de saúde, garantindo a qualidade dos cuidados e a sustentabilidade das unidades de saúde.


Objetivos gerais

Desenvolver competências de gestão avançada, capacitando os profissionais de saúde com as competências necessárias para uma gestão eficaz e avançada das unidades de saúde através do desenvolvimento de habilidades de liderança, tomada de decisão estratégica, gestão financeira, gestão de recursos humanos e implementação de processos de melhoria contínua.

Adquirir conhecimentos especializados em saúde, fornecendo aos participantes um conhecimento aprofundado do sistema português de saúde, incluindo políticas de saúde, modelos de financiamento, tendências emergentes e desafios específicos enfrentados pelo setor. Isso permitirá que os profissionais compreendam o contexto em que estão inseridos e apliquem as melhores práticas de gestão adaptadas à realidade da saúde em Portugal e no mundo.


Objetivos específicos

Desenvolver técnicas de gestão para otimizar a eficiência operacional, capacitando os participantes a aplicar técnicas de gestão com o objetivo de otimizar a eficiência operacional das unidades de saúde, nomeadamente na identificação de gargalos, na implementação de processos de melhoria contínua, na adoção de tecnologias inovadoras e na promoção de uma cultura de eficiência e qualidade.

Aperfeiçoar competências em gestão estratégica e tomada de decisão informada, através de excelentes competências em gestão estratégica.

Aquisição de instrumentos em análise do ambiente interno e externo das unidades de saúde, na definição de metas e estratégias alinhadas com os objetivos organizacionais e na tomada de decisões baseadas em evidências científicas e dados quantitativos.

Capacitar os profissionais de saúde a tornarem-se gestores eficazes e preparados para enfrentar os desafios complexos e em constante mudança do setor de saúde em Portugal e no mundo.


Metodologia de avaliação

A metodologia de avaliação a utilizar para as diferentes unidades curriculares (UC) que compõem o curso, nas aulas teóricas, será multi-métodos. Nas aulas de tipologia teórico-prática e seminário irão ser utilizadas metodologias ativas ou interativas, visando um ensino centrado no estudante e na resolução de problemas práticos e atuais. Os estudantes realizarão revisões da literatura, que suportem uma questão problema, visando dar resposta a todos os aspetos da supervisão clínica. Planeia-se um ensino centrado no estudante, com recurso a aulas participativas, em que as experiências pessoais e profissionais dos formandos sirvam de reflexão crítica. Será utilizado um Sistema de Gestão da Aprendizagem ou Learning Management System (LMS), também chamado de plataforma e-learning, para as aulas à distância.


Avaliação de conhecimentos

A avaliação pedagógica é contínua e exige assiduidade de, pelo menos, 70% (setenta por cento), constando de um ou dois momentos de avaliação em cada UC. A avaliação final resulta da média ponderada por cada UC de acordo com o número de European Credit Transfer and Acumulation System (ECTS) que possui. A classificação do curso é expressa pelas seguintes menções: Reprovado, Aprovado com Suficiente, Aprovado com Bom, Aprovado com Muito Bom, Aprovado com Distinção. A conversão da classificação qualitativa em quantitativa obedece aos seguintes intervalos numéricos: Reprovado (de 0 a 9 valores), Aprovado com suficiente (de 10 a 13 valores), Aprovado com Bom (de 14 a 16 valores), Aprovado com Muito Bom (de 17 a 19 valores) e Aprovado com Distinção (20 valores).

Plano de estudos

Unidades curriculares

ECTS

Ética e Deontologia em Saúde

2

Desenvolvimento, inovação e investigação em saúde

3

Gestão da Qualidade em Saúde

2

Técnicas de Comunicação e Dinamização de Grupos

2

Sistemas de Informação em Saúde

5

Economia da Saúde

4

Gestão Financeira em Saúde

4

Gestão de Recursos Humanos em Saúde

4

Gestão Estratégica em Saúde

4

 

Micro-certificação
A frequência e aprovação de determinadas UC(s) em simultâneo, dá a possibilidade aos estudantes de obter micro-certificação às mesmas, independentemente da realização completa da pós-graduação. As micro-certificações possíveis são as seguintes:

ECTS

Ética e Investigação
Ética e Deontologia em Saúde + Desenvolvimento, inovação e investigação em saúde

5

Qualidade, Informação e Comunicação em Saúde
Gestão da Qualidade em Saúde + Técnicas de Comunicação e Dinamização de Grupos + Sistemas de Informação em Saúde

9

Economia e Finanças em Saúde
Economia da Saúde + Gestão Financeira em Saúde

7

Gestão em Saúde
Gestão de Recursos Humanos em Saúde + Gestão Estratégica em Saúde

8

ECTS TOTAIS PARA A PG

30

 

Corpo Docente

Coordenação
  • Professor Coordenador na Escola Superior de Saúde Fernando Pessoa;
    Investigador Doutorado Integrado no CINTESIS;
  • Coordenador do Curso de Licenciatura em Enfermagem de ESS-FP (2016-2021 e 2023-presente);
  • Enfermeiro Diretor do Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa (2017-2019);
  • Bastonário da Ordem dos Enfermeiros (2012-2015);
  • Mestre e Doutor em Ciências de Enfermagem.
Docentes
  • Licenciado em Línguas e Culturas Estrangeiras, Mestre em Ensino de Inglês e Espanhol, Pós-Graduação em Recursos Humanos, MBA em Gestão e Administração de Serviços de Saúde, doutorando em Ciências da Administração.

  • Elemento do GASIDE (Grupo de Assessoria aos Sistemas de Informação em Enfermagem – CHUC)

  • Enfermeira Especialista no Serviço de Prevenção e Controlo de Infeções e Resistência aos Antimicrobianos do CHUC

  • Enfermeira Coordenadora da ULDM Farol (Caritas Coimbra).

  • Consultora Sénior em Liderança e Coaching de Equipas por Gestão de Valores no Serviço Nacional de Saúde.

  • Especialista em TeamBuilding; Membro da Society of Neuro-Linguistic Programming™; Conselheira de Gestores de Topo e Gestores Intermédios no Setor da Saúde.

  • Analista Comportamental certificada pelo International DISC Institute; Ex-Assessora do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de São João.

  • Licenciada em Direito; Curso Alta Direção para Administração Pública.

  • ex-Vogal do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho.

  • Professor Adjunto na Escola Superior de Saúde Fernando Pessoa.

  • Especialista na área de Enfermagem.

  • Doutor em Ciências de Enfermagem

  • Professor Associado na Universidade Fernando Pessoa.

  • Membro da Comissão Coordenadora do Conselho Científico – Universidade Fernando Pessoa – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais.

  • Membro do Conselho Científico – Universidade Fernando Pessoa – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais.

  • Membro do Conselho Executivo – Fundação Ensino e Cultura Fernando Pessoa.

  • Membro da Coordenação do Mestrado em Inteligência Competitiva – Universidade Fernando Pessoa. 

  • Enfermeiro Gestor no Centro Hospitalar Universitário de Santo António.

  • Mestre em Medicina de Catástrofe.

  • Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica.

  • Técnico Superior de Segurança e Saúde no Trabalho no Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa.

  • Qualificação de Auditores Internos da Qualidade ISO 9001:2015.

  • Mestre em Engenharia e Gestão Ambiental.

  • Licenciado em Ciências da Educação.

  • Professora Associada na Universidade Fernando Pessoa.

  • Coordenadora do 1º Ciclo de Estudos em Ciências Empresariais da UFP.

  • Professora Auxiliar na Universidade Fernando Pessoa.

  • Coordenadora da Unidade de Conduta Responsável em investigação no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde, i3S-UP (2019-presente).

  • Doutora em Ética; Mestre em Estudos Anglo-Americanos;

  • Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas.

  • Professor Associado na Universidade Fernando Pessoa.

  • Consultor da Academia de Formação do SUCH (Serviço de Utilização Comum dos Hospitais).

  • Business Development Consultant da Althea Portugal (Gestão Integrada de Tecnologia de Saúde, Unipessoal LDA).

  • Membro Associado do OBEGEF (Observatório de Economia e Gestão de Fraude) e Consultor de Empresas.

  • Presidente do Conselho de Administração/Vogal do Conselho de Administração (2011-2017) do CHVNG/E.

Candidaturas

1.ª fase de candidaturas:
1 DEZ.2023 – 31 JAN.2024
Resultados: 15 FEV. 2024
Matrículas: 16 FEV.2023 – 29 FEV2024

2.ª fase de candidaturas (vagas sobrantes):
até 29 FEV.2024
Resultados: 5 MAR. 2024
Matrículas: 6 MAR. -10 MAR.

Início do curso: 1 MAR. 2024

* A realização do curso obedece a um número mínimo de 10 alunos.

Critérios de admissão

Para seleção e seriação dos candidatos serão aplicados os seguintes critérios:

  • Formação académica (FA): É desejável que os candidatos possuam uma formação académica na área da saúde, como Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Psicologia, entre outros. Isso garante uma base sólida de conhecimentos e experiência prática no setor de saúde. Pontuação: 1 ponto por cada ano completo de formação académica com o limite de 30 pontos.
  • Experiência profissional (EP): A experiência profissional em UC de saúde é um critério importante, pois os candidatos devem ter um entendimento prático do funcionamento das organizações de saúde. É desejável que os candidatos tenham experiência em posições de liderança, coordenação ou supervisão, onde tenham sido expostos a desafios e responsabilidades de gestão. Pontuação: 1 ponto por cada ano completo de experiência profissionais em unidades de saúde com o limite de 30 pontos.
  • Interesse e motivação (IM): Os candidatos devem demonstrar interesse e motivação pela área de gestão em saúde. Isso será avaliado por meio de uma carta de motivação, onde os candidatos descrevem suas razões para ingressar na pós-graduação e como esperam aplicar os conhecimentos adquiridos em suas carreiras. Pontuação: Classificação da carta de motivação com o limite de 30 pontos.
  • Competências complementares (CC): Além dos critérios mencionados, outras competências complementares, como habilidades de comunicação (comprovada pela frequência de cursos ou palestras ministradas), capacidade de trabalho em equipe (comprovada pela liderança formal de equipas), habilidades de resolução de problemas (comprovada pela apresentação de trabalhos na área) e conhecimento de idiomas (por exemplo, conhecimento de inglês), entre outros, são essenciais. Pontuação: 1 ponto por cada competência complementar comprovada com o limite de 10 pontos.

 

Método de seriação

Para a seriação dos candidatos será aplicada a seguinte fórmula: FA + EP + IM + CC = nota final

Para efeitos de desempate, serão aplicados os seguintes critérios sequencialmente:

  1. Média final do curso de graduação: O candidato com uma média mais alta teria prioridade na classificação.
  2. Experiência profissional relevante: Os candidatos com maior tempo de experiência ou que tenham ocupado cargos de maior responsabilidade na área de saúde podem receber prioridade.
  3. Publicações e trabalhos acadêmicos: Caso os candidatos tenham trabalhos académicos publicados ou participado de projetos de pesquisa relevantes para a área da gestão em saúde, esses elementos serão ser utilizados como critérios de desempate, destacando o envolvimento em atividades académicas.
  4. Prova específica: A realização de uma prova específica será utilizada como critério de desempate. Nesse caso, os candidatos terão a oportunidade de demonstrar suas habilidades, conhecimentos e capacidades diretamente perante um júri avaliador.

Taxas escolares 2023/24

Pós-graduação em Gestão Avançada de Unidades de Saúde

Frequência da totalidade dos Módulos da PG:
Taxa de Candidatura: 70€
Taxa de Matrícula: 120€
Propina 30 ECTS: 1500€

Frequência de Módulos individuais da PG:
Taxa de Matrícula por Módulo por ECTS: 4€
Taxa de Propina por Módulo por ECTS: 50€

 
* Não dispensa a consulta do documento de Normas Gerais Relativas ao Pagamento das Taxas Escolares na UFP/ESS-FP 2022/23, disponível na área de Regulamentos.
 

Outras informações

Gabinete de Ingresso
Fundação Fernando Pessoa
Praça 9 de Abril, 349 • 4249-004 Porto
ingresso@fundacaofernandopessoa.pt